Autismo, O Mundo Azul de Uma Mamãe

02 de Abril de 2017

Olá Mamães do ano! Sobre o Autismo, o Mundo Azul, conheça a história da Milene, a mamãe do André Luiz, um menino Autista muito especial que ensina, todos os dias, como a vida é cheia de amor, paciência, carinho, apego e desafios.

Por Milene Dias – Autismo, O Mundo Azul

Eu pedi para a Lu falar aqui no blog sobre o Autismo, afinal é um papo de mãe, certo?! Como eu sou mãe de Autista, do André Luiz (7 anos), contarei um pouquinho a nossa história.

Autismo, O Mundo Azul

Segundo a Associação Brasileira de Autismo, são mais de 2 milhões de Autistas no Brasil.

Existe toda uma linguagem técnica para descrever o universo que atinge as pessoas dentro deste transtorno, mas vou usar uma forma mais simples para falar do Autismo.

Ele afeta a capacidade de desenvolvimento, interação e comunicação do indivíduo, de forma leve, moderada ou severa.

Muitas vezes o Autista é tido como uma criança sem educação ou muito “mimado pelos Pais”.  Não é isso!

Na afirmação de que “ninguém é igual a ninguém” para os Autistas mantemos esta afirmação.

Cada Autista têm a sua individualidade, suas dificuldades próprias. O mais importante dentro do Universo Autista é a busca pela informação, capacitar a família para enfrentar as dificuldades junto ao Autista e sobretudo junto a sociedade,  entender e aceitar suas dificuldades, descobrir suas potencialidades, oferecer uma vida digna com muita alegria e muito, mas muito amor.

Conscientização

O dia 02 de abril foi criado pela ONU com intuito de conscientizar a sociedade, governantes e acima de tudo acabar com o preconceito.

O Azul foi escolhido como a cor do Autismo, pois ele atinge, em sua maioria, o sexo masculino. Por isso no dia 02 de Abril vista Azul e mostre que o preconceito não faz parte da sua vida!!

Nossa história

O André foi muito, muito desejado. Nós estávamos muito felizes em nosso relacionamento, vindo de sofridas separações e com o sonho em comum de ter um filho, se menino então, a glória!

E assim foi, um menino! Na última ultrassonografia do pré-natal foi detectado uma dilatação dos ventrículos, uma possível hidrocefalia. Quase “morremos”. Começou aí nossa busca por diagnóstico!

André nasceu de uma cesariana, gestação normal, tempo normal, mas muito pequeno, apgar baixo, sete dias internado.

O diagnóstico de hidrocefalia foi descartado e fomos para casa. Parecíamos pais de primeira viagem, apesar das nossas duas meninas, uma de cada um, o André Luiz era sim nossa primeira viagem. Uma viagem desafiadora.

Seguimos, com dificuldades no sono, na amamentação, até que com nove meses o fisioterapeuta da família, nos alertou sobre alguns pontos normais de desenvolvimento que o André não atingiu e procuramos ajuda médica e o pediatra, que sempre nos acompanha, nos acalmou.

O diagnóstico

Com insistência, aos 11 meses fizemos a ressonância magnética que detectou a Agenesia do Corpo Caloso (ACC) que é uma má formação congênita que se caracteriza pela ausência (agenesia) do corpo caloso com o aumento significativo dos cornos occipitais. Cabe, em outro momento, uma explicação mais complexa.

Foi desesperador! Pouco se sabe sobre essa deficiência. Começamos então nossa verdadeira viagem desafiadora!

O que é isso? O que vai fazer com o nosso menino? Foram tantas perguntas, tantas batalhas, tantas lutas perdidas e outras tantas vencidas.

Com 03 anos o pediatra associou o Autismo ao diagnóstico que já tínhamos. Sim, autismo, o Mundo Azul que muitos falam.

E, desde então nossas buscas dentro deste universo nos trouxe muita força, um amor extremo e a certeza de que fazemos parte de um mundo diferente, mas não pior, nem melhor que nenhum outro.

Somo lutadores como todos os pais que amam seus filhos acima de qualquer coisa e temos muito a aprender.

O André frequenta a APAE, uma escola para crianças especiais, desde os 2 aninhos, onde é muito amado e amparado nos aspectos clínicos e psicológicos, tanto ele quanto a família.

E, também, desde junho de 2016 foi muito, muito bem acolhido por um colégio particular de minha cidade que nos surpreende a cada dia! São muitos profissionais que nos acompanham e nos amparam.

São muitas dificuldades, muitas batalhas e vitórias! O André Luiz é uma dádiva em nossas vidas! O Nosso Anjo Azul! Autismo, O Mundo Azul cheio de bênção!

Veja também como brincar com crianças autistas nesse post.

Siga Mamães do ano nas Redes Sociais: Facebook, Instagram, Google+ e YouTube!

Lucélia
Este blog
adora comentários!

* Preenchimento obrigatório. Seu email não será divulgado. Quer que sua foto apareça nos comentários? Clique aqui
  1. WELLYSSON PLINIO MENDES - 02/04/2017 - 14h42

    Boa tarde.
    Como pai do André Luiz, tenho apenas a acrescentar no maravilhoso relato da minha a amada e guerreira esposa que, é uma honra ser escolhido por Deus para ser seu pai aqui nesta vida. Meus sonhos e meus anseios são : mais informação e respeito por parte da sociedade… E viva a diversidade…
    Wellysson pai de um anjo azul.

    • Ana Paula - 02/04/2017 - 15h47

      Deus dá a flor certa para cada jardim. Vocês foram escolhidos por Deus para cuidar desse lindo anjo azul.

  2. Maria Fernandes - 02/04/2017 - 16h22

    O André é um ser iluminado e muito amado.
    E a Milene… essa mulher é um exemplo de amor e dedicação.
    A eles toda minha admiração e meu respeito.
    PS: O André é apaixonante?

  3. Renata Murad Assunção - 02/04/2017 - 18h01

    Lindo texto dessa mulher guerreira que admiro muito. O André é lindo demais !!! Estou encantada !!!

Filhos
Vídeos toda semana!